Dedo Podre: Por que relacionamentos terminam do mesmo jeito?

Hoje vou escrever sobre dedo podre. Você tem a impressão que seus relacionamentos amorosos terminam sempre com as mesmas frases? Por exemplo: “você é maravilhosa(o) mas não tem química”, “você merece alguém melhor”, “quero ser seu amigo(a)”.

Em um primeiro termino a pessoa fica chocada e com o tempo processa. Mas com novos términos semelhantes surgem a tristeza, a angustia: “Por que atraio pessoas que não se comprometem?” Por que os relacionamentos terminam sempre do mesmo jeito?”. Será que você tem a síndrome do dedo podre?

Isso esta ligado a síndrome do dedo podre, ou síndrome da boazinha/bonzinho. Pessoas que sofrem dessa síndrome tem baixa auto estima e pouca confiança em si mesmas. Normalmente são carentes e tem a tendencia de iludir-se, apegando-se a primeira pessoa que lhe de atenção.

Dedo podre: porque deixar os sentimentos acumularem?

Onde começa a falta de assertividade na escolha do parceiro(a)? Pessoas que sofrem com dedo podre costumam ser muito rígidas, perfeccionistas, racionais. Ao mesmo tempo que são solitárias e carentes. Na falta do auto conhecimento, os sentimentos e experiencias vão se acumulando. Ate que um dia percebe-se muita roupa suja acumulada.

A raiva reprimida pode levar a discussões violentas, vingança, pequenas coisas se transformarem em escândalos e constrangimentos. Sem amor próprio, a pessoa esta destinada a se perder em muitas confusões.

Por exemplo, na tentativa de agradar o outro acabam aceitando o que não é bom. Sem entender realmente o que seria realmente bom, necessidades emocionais reais para satisfação e felicidade no relacionamento.

Tudo que é bom gera satisfação e crescimento. Ficar emprestando dinheiro, aguentando parentes e amigos tóxicos, comportamentos irritantes ou abusivos, com a esperança de um dia melhorar equivale a alimentar e dormir com o inimigo. Por que você insiste em dormir com o inimigo?

Dedo podre: Reflexão, consciência e buscar ajuda.

Se você recém terminou mais um relacionamento ou esta no caminho do termino, questione-se: O que você tem procurado em seus parceiros(a)? Onde você esta procurando? O que costuma olhar?

Se você não sabe o que procurar como vai saber que encontrou? E se não sabe encontrar as raízes da sua confusão em sua vida amorosa, provavelmente esta procurando errado ou com a intenção errada.

Receber, abrir-se para um relacionamento significa reconhecer que tudo que vem para você esta ligado ao que acha que merece. O amor nunca é vingativo ou violento. Mas se na sua historia de vida você não aprendeu a ser amado, receber amor você pode estar expressando medo e desconfiança.

Dessa forma, o dedo podre: por que os relacionamentos sempre terminam? Não se preocupe, você tem a capacidade de recomeçar, refazer seus passos e recolher o que ficou para trás. Após cada termino você tem aprendizados.

E, para melhorar, como psicanalista eu sugiro olhar seus aspectos que precisam de atenção. Trabalhar a vergonha, culpa, pois isso é essencial para a sobrevivência e evolução. Se você esta confuso(a) pode ser que precise de uma injeção de verdade. A falta de reconhecer seus valores e suas verdades causam muita confusão emocional.

Psicoterapia para términos amorosos e dedo podre.

Após 20 anos ajudando homens e mulheres em lidar com términos amorosos e recomeçar, elaborei uma mentoria que consiste em um tratamento psicológico intensivo para fazer as pazes com a vida amorosa.

Não é fácil encontrar suas verdades mas para descobrir o verdadeiro significado do amor devemos estar dispostos a nos reconhecer e aceitar como somos e imperfeitos. Quando não se consegue, a vida amorosa funciona na base do medo e da insegurança, na síndrome do dedo podre.

Em suma, é somente a partir da sua disposição em encontrar-se que você vai perceber a forma como os outros escolhem para ser e reagir. Construir um relacionamento amoroso e firme com si mesmo, assumindo sua responsabilidade por suas escolhas você saberá mais claramente onde deve ou não entrar.

Permita-se encontrar as respostas dentro de suas perguntas, dentro de você. Desistindo de brigas, de relacionamentos abusivos, ter relações vazias. Toda crise e repetições traz a necessidade de ações, o amor pode existir se você parar de se esconder dele.

Arquivos de Temas

Temas